Artigos
23/12/2010 12h01
CARTA ABERTA AO COLEGA GERVÁSIO SANTOS

                                                          São Luís - Ma., 21.12.2010

 

Recentemente fui surpreendido, não só eu como quase a totalidade dos magistrados maranhenses, com o resultado da eleição para a presidência da AMB – Associação dos Magistrados Brasileiros, na qual disputaram a Chapa AMBCOMVOCÊ, encabeçada pelo juiz do Maranhão Gervásio Santos; e a chapa NOVOS RUMOS, tendo à frente o desembargador Nelson Calandra de São Paulo. Confesso que ainda não consegui assimilar o desfecho dessa eleição, que teve como vencedora a segunda chapa citada, haja vista o reflexo do grande trabalho desenvolvido pelo nosso representante frente à AMMA – Associação dos Magistrados Maranhenses e, mesmo, como assessor da AMB quando teve a oportunidade de se projetar mais intensamente e mostrar o seu valor em nível nacional.

Conheço o Gervásio desde os tempos de academia na UFMA – Universidade Federal do Maranhão, onde fomos colegas de turma durante quase toda a graduação no curso de Direito, quando, então, passei a admirá-lo pela sua inteligência, competência e, acima de tudo, pela sua preocupação e atuação em defesa das causas sociais.

Posteriormente voltamos a ser colega de magistratura. E qual não foi minha surpresa com a sua atuação efetiva no movimento associativo de nossa categoria profissional, de forma que pelos atributos que lhos são peculiar, como não poderia deixar de ser, fez excelente administração como presidente da AMMA em dois mandatos consecutivos, onde não só defendeu os interesses corporativos dos magistrados, mas, igualmente lutou bravamente em defesa das questões institucionais e sociais.

Pois bem, foram muitas as conquistas à frente da AMMA que as credenciaram a alçar vôos mais altos e se habilitar a disputar a presidência da AMB, inclusive com o apoio de várias associações afiliadas e do grupo que comandava a própria entidade de classe nacional, sem falarmos no grupo do Maranhão que sempre esteve ao seu lado.

Nos debates que antecederam a eleição, durante a campanha eleitoral, sem querer desmerecer o seu opositor, e nosso atual representante, restou evidenciado que Gervásio apresentava melhor conteúdo programático e conhecimento de causa sobre o associativismo na pós-modernidade. Pois, não se pode mais admitir a política associativa desvinculada de grandes campanhas sociais em defesa do Estado de Direito e inspiradas nos princípios republicanos, até mesmo pelo fato delas respaldarem a luta pelos interesses classistas ou corporativos, como muito bem salientado pelo nosso candidato, que muito em breve estará passando o bastão da AMMA ao não menos valoroso colega Brígido Lages, a quem também apresento minhas saudações.

Caro colega Gervásio, faço estas pequenas reflexões para externar o meu sentimento de solidariedade e de agradecimento, com a certeza de que nós não fomos derrotados, pois a sua contribuição foi muito grande em prol do movimento associativo maranhense e brasileiro. Apenas lamento o fato de os magistrados do Brasil haverem desperdiçado a oportunidade de dar continuidade a um trabalho que seria muito mais, ainda, aprimorado com o seu talento, compromisso social e capacidade de gestão. Honestamente, não sei o que aconteceu. Deve ter sido erro de estratégia. Mas, a luta continua!

Desejo a você e todos os magistrados e familiares um feliz natal, regado com muita paz e amor, e que o ano vindouro seja repleto de realizações.

              

                                        Juiz JOSÉ RIBAMAR D’OLIVEIRA COSTA JUNIOR


Comentários:
Seja o(a) primeiro(a) a comentar este conteúdo!

Adicionar um Comentário:
CPF:  (Seu nome será incluído automaticamente no comentário)


1500 caracteres restantes


COMPARTILHAR
jornal
Busca
Maillist
Visite nosso Blog Cultural
Agenda de Reuniões e Visitas - Outubro 2014